Lembraças vermelhas


Me pergunto sempre 
Será que há alguma razão ?


Pareço escutar sua voz quando estou escrevendo.
E me lembrar de seu rosto...


Lembranças...


Lembranças sempre são doces maneiras de eternizar momentos.
De seu olhar...
Do modo com que anda...
Da maneira com que fica seu cabelo ao sol.

Acho engraçado...
Será que você mesma já percebeu o quanto....
Ele fica ainda mais lindo em um dia ensolarado...

Não sei se sabes, mais as vezes, a força que quero.
Quase chegam....
Fico a segundos e dizer-lhe o que já quis...


Gostaria que fosse mais facil...
E que eu conseguisse dar-lhe flores
Rosas, vermelhas.


Por que logo essas?
Por que as rosas vermelhas, mesmo sendo comuns.
Mas não comparo a cor de sangue ou sofrimento...


Vermelho é uma cor de vida...
E  de sedução.
Pois me sinto vivo ao pensar em você e me sinto competamente seduzido.


Então mais uma vez acabo uma poesia sobre você...
Imaginando se neste momento...
Ou em algum proximo...
Você ira olhar está pagina ...
E ao menos sorrir quando ler estes versos e palavras


E saiba que se esses mesmo lhe toruxerem
mesmo que um minimo sorriso...
Ssaberei...


Saberei, que não valeu a pena escrever 
Apenas por mim e pelo meu prazer pelas palavras...
Mas que também consegui.
Novamente ou pela primeira vez
Tocar o corração da garota com que sonho.


Célio Freitas

2 comentários:

Lulis Paz disse...

Que romântico *-*
gostaria de receber uma homenagem dessas :P

to te seguindo, segue de volta e comenta?

www.luliskd.blogspot.com

Marina Peres disse...

Ooi Célio, esse foi o único jeito de falar com você dos computadores da minha escola, porque aqui não abre nenhum site de "rede social". rss
Eu queria saber se você tem alguma fantasia em casa, qualquer uma, e se poderia emprestá-la pro meu irmão ir numa festinha. ;x Se ver este recado ainda hj, me mande uma mensagem por cell se puder.
Beijoos, Obrigada.

Aah, lindo o texto *-*